Vitrine do agronegócio no Brasil, Agrishow tem início em Ribeirão Preto

Com quase 14 milhões de hectares de terra para investimentos em agropecuária, o Tocantins tem se tornado referência em agronegócio no Brasil. Hoje, o setor é responsável por 16,3% do seu Produto Interno Bruto (PIB).  Todo o potencial do estado, aliado aos investimentos que estão sendo feitos em logística e que vão facilitar o escoamento da produção, está sendo apresentado na 23ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação – Agrishow 2016. O evento iniciou nesta segunda-feira, 25, e segue até sexta-feira, 29, em Ribeirão Preto (SP).

Na abertura oficial, o presidente da Agrishow, Fábio Meireles, reforçou a grandiosidade desta exposição, apontando-a como uma das três mais importantes feiras do segmento. Aproveitou para defender a necessidade de uma visão ampla e plena da agropecuária, por parte do poder público, em todos os níveis: nacional, estadual e municipal. 

Ainda conforme pontuou, o volume de negócios efetivados na Feira em 2015 teve queda de 30% em relação ao ano anterior, mas, ainda assim, atingiu a marca de R$ 1,9 bilhão.  Para 2016, a organização avalia que, independente dos fatores econômicos e políticos  vivenciados no Brasil, o volume de negócios deve se manter o mesmo, levando-se em conta que, assim como em 2015, a feira conta hoje com 800 expositores de diversos países. A previsão é que até sexta-feira 160 mil pessoas passem pela exposição.

No estande do Tocantins, uma equipe técnica da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden) está a postos para repassar aos visitantes informações relacionadas às alternativas mais promissoras de investimento, sobre o trabalho que o Estado vem realizando para atrair indústrias, por meio de incentivos fiscais, e as possibilidades para quem tem interesse, por exemplo, na área de processamento de matérias-primas como grãos – cuja produção é crescente e tende a ser ampliada com a criação da região do Matopiba (composta pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia).

“Além dessas oportunidades, o Tocantins tem a seu favor fatores como os investimentos em infraestrutura, riquezas naturais e uma posição geográfica privilegiada. Quando o Estado participa de um evento internacional como a Agrishow, consegue expor esse cenário a um público específico e selecionado e, com isso, atrai olhares de investidores e empresários”, explicou Paulo Mendonça, diretor de Desenvolvimento Estratégico e Atração de Investimentos da Seden.

Ainda na solenidade de abertura da Agrishow, o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, reforçou a importância da agropecuária  para a economia brasileira e situou o setor como grande aliado na promoção da melhoria da qualidade de vida da população, ao possibilitar que se tenha acesso a alimentos. Ele ainda pontuou que muitos desafios se fazem presentes para este segmento e que poderão ser vencidos, como outros já foram anteriormente. “As dificuldades de hoje podem ser superadas com o mesmo espírito do passado: com a confiança e a persistência que têm marcado a agricultura e pecuária no Brasil”, disse.

Também participaram da abertura oficial o governador de São Paulo, Geraldo Alckmim, a prefeita de Ribeirão Preto, Darcy Vera, representantes de entidades ligadas ao setor agrícola, entre outras autoridades.

 

Agrolink com informações de assessoria