Soja: colheita, dólar e derivados pressionam valor do grão

Os preços da soja em grão caíram com força no mercado interno na última semana. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão veio do avanço da colheita em muitas regiões brasileiras, da desvalorização do dólar – que reduz a paridade de exportação – e também das quedas nos preços dos derivados, que têm reduzido as margens de esmagadoras.

Nesse contexto, vendedores estão cautelosos em realizar novos negócios e seguem com as atenções voltadas à colheita e ao cumprindo contratos, enquanto muitos compradores têm recebido o grão de negociações antecipadas, o que torna a liquidez interna baixa. No campo, chuvas interromperam as atividades em várias regiões, exceto no Norte e no Nordeste, mas a colheita desta temporada está mais adiantada que há um ano.

O avanço da colheita e o bom volume de contratos antecipados, por sua vez, têm feito com que as exportações comecem a ganhar ritmo.