Produtor de Rondônia comprometeu 60% da safra de soja, estima revenda

SojaProdutores de grãos de Rondônia comprometeram cerca de 60% da sua safra de soja. A estimativa é do gerente comercial da Central Agrícola, Robson Rizzon, com base nos negócios fechados pela empresa no Estado para a safra 2015/2016. A revenda de sementes, adubo e defensivos considera um cenário de plantio de 250 mil hectares com a oleaginosa e uma produção potencial de 775 mil toneladas no estado.

De acordo com o gerente, a escassez e o encarecimento do crédito neste ano levou o agricultor de Rondônia a se utilizar mais de operações de troca de produto por insumos, como o barter. Historicamente, 80% dos negócios com a revenda já são fechados neste formato, mas neste ano, a proporção foi ainda maior: em torno dos 90%.

“Clientes tradicionais, que tomavam crédito no banco e pagavam os insumos à vista fizeram barter neste ano. O produtor percebeu que estava mais demorada a liberação de crédito e optou por fechar negócio dessa forma”, avalia Rizon.

De acordo com o gerente, os negócios para a safra estão consolidados e, nesmo diante do cenário de incerteza, o resultado deve ser positivo.

A expectativa para 2015 é fechar o balanço com um faturamento de US$ 42 milhões na comercialização de insumos e sementes. Rondônia deve responder por US$ 33 milhões desse total. Fundada em 2007, com sede em Vilhena (RO), a Central Agrícola expandiu em 2013 suas operações para Mato Grosso, nos municípios de Campos de Júlio e Pontes e Lacerda.

Fonte: Revista Globo Rural