Leilão dos melhores cafés do concurso da ABIC tem preço mínimo fixado em R$ 872,00 a saca

Começou nesta terça-feira (12) e segue até dia 19 o leilão dos 11 lotes finalistas do 12º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café.  O preço mínimo é de R$ 872,00 a saca, 50% acima da cotação da BMF/Bovespa de segunda-feira (11). São 4 lotes de cafés arábica Natural e 4 de cafés Cereja Descascado, cada um dos lotes com 6 sacas. E são3 microlotes, com 2 sacas cada um. Todos esses cafés foram selecionados a partir dos certames estaduais realizados no Paraná, Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais e São Paulo.

Nesta 12ª edição do concurso, os lotes foram avaliados quanto à Sustentabilidade das propriedades rurais e suas Boas Práticas de Produção e, de forma inédita, passaram pelo crivo dos Júris Populares nos cinco estados participantes, incorporando, assim, a opinião dos consumidores nas notas finais desses cafés premiados.

O pregão é aberto a torrefações, cafeterias e pessoas jurídicas de todo o país, que deverão preencher a Ficha de Lance Comprador na qual declaram o compromisso, por escrito, de adquirir os lotes pelos quais farão ofertas no leilão. Essa Ficha de Lance Comprador está disponível no site da entidade (www.abic.com.br), assim como informações sobre a avaliação sensorial de cada um dos lotes. Após preenchida, a ficha deve ser enviada por e-mail, com assinatura digital, ou por correio, com assinatura original.  Os lances poderão ser dados presencialmente, na sede da ABIC, no Rio de Janeiro, ou via internet, para o e-mail [email protected], durante os dias do leilão, até às 17h do dia 19/01.

Os participantes poderão formar consórcios para adquirir os lotes finalistas, sem limitação de quantidade de empresas. Esse critério vale até para a aquisição mínima de 1 saca. O resultado do leilão será divulgado dia 21 de janeiro, quando serão anunciadas as empresas campeãs desta 12ª edição do concurso, conforme os lances dados no pregão.

 

Agrolink com informações de assessoria