Desempenho das carnes na segunda semana de dezembro

Como é comum acontecer, na segunda semana de dezembro (6 a 12, cinco dias úteis), as exportações brasileiras de carnes (pela receita cambial média diária) apresentaram ligeira redução em relação à semana inicial do mês.

Embora relativamente pequeno, o recuo fez com que a média diária dos primeiros nove dias úteis de dezembro (de um total de 22 dias úteis) recuasse para US$58,268 milhões, valor 8,4% e 9,7% inferior aos registrados em, respectivamente, novembro passado e dezembro de 2014.

Nesse cenário, o melhor desempenho – agora considerados os volumes embarcados – vem sendo registrado pela carne bovina, cujos resultados atuais sinalizam embarques 14% e 5% maiores que os do mês anterior e os do mesmo mês do ano passado.

De sua parte, a carne suína tende a um incremento (+11%) somente em relação a dezembro de 2014. Pois, em comparação ao mês anterior, seus embarques correm o risco de serem até um terço menores.

Já a carne de frango alcança volume que sinaliza aumento de 5% e 15%, sobre, respectivamente, novembro de 2015 e dezembro de 2014. E isso significa que pode chegar às 360 mil toneladas, volume que, se confirmado, representará o terceiro maior embarque mensal do setor.