Consumo de suco de laranja nos EUA cai menos em agosto, revela Nielsen

laranjaAs vendas de suco de laranja no varejo dos Estados Unidos somaram 34,65 milhões de galões (131,15 milhões de litros) nas quatro semanas encerradas em 29 de agosto, de acordo com dados da Nielsen publicados nesta segunda-feira (14/9), pelo Departamento de Citros da Flórida. Na comparação com o período correspondente do ano passado, houve queda de 3,7%.

Ante o período anterior, quando as vendas alcançaram o menor nível da série histórica, iniciada em 2002, o resultado representa leve incremento. Segundo analistas, o número indica uma redução do ritmo de queda nas vendas. Na comparação anual, a redução do consumo foi a menor desde fevereiro de 2014. O consumo da bebida nos Estados Unidos vem caindo há mais de dois anos, com a concorrência cada vez maior de outros tipos de suco e bebidas energéticas.

Por outro lado, o preço médio do produto no varejo continua subindo, em resposta à diminuição da oferta. O greening, uma doença que provoca a queda prematura dos frutos, vem afetando a safra da Flórida, de onde sai a maior parte das laranjas usadas na fabricação de suco no país.

O preço médio do suco de laranja no varejo ficou em US$ 6,55 o galão nas quatro semanas encerradas em 29 de agosto, alta de 4,3% na comparação anual. Considerando o suco de laranja não concentrado, houve redução de 4% no consumo, a menor queda da temporada, para 20,49 milhões de galões (77,55 milhões de litros). Desde o início da temporada, o preço médio da bebida avançou 5%, para US$ 7,70 por galão.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO