Citros/Cepea: Frutas cítricas atingem elevados patamares em março

Os preços das frutas cítricas estão em patamares elevados, conforme indicam dados do Cepea. No caso das laranjas, os valores mais altos não surpreendem o setor, já que o período é de baixa oferta. No mesmo sentido, a tangerina poncã encontra suporte na disponibilidade ainda limitada neste início de colheita no estado de São Paulo.

Já para a lima ácida tahiti, os preços elevados são atípicos, que costuma registrar em março um dos maiores volumes de oferta do ano. De acordo com dados do Cepea, a laranja pera in natura teve média de R$ 22,17/caixa de 40,8 kg, na árvore, em março, aumento real de 18% em relação ao mesmo mês de 2015 – valores corrigidos pelo IPCA de fevereiro/16.

A colheita de tangerina, por sua vez, teve média de R$ 43,17/cx de 27 kg, na árvore, forte alta real de 77% em relação ao primeiro mês de colheita de 2015 (abril). A surpresa do mês foi a lima ácida tahiti, que teve média de R$ 18,43/cx de 27 kg, colhida, em março, alta real de 87% sobre o mesmo mês de 2015. (Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br)