ALGODÃO/CEPEA: Demanda melhora e preços seguem em alta

As cotações do algodão em pluma seguem em forte alta no mercado interno e já superam a paridade de exportação. Produtores se mantêm firmes nos valores, com as atenções voltadas ao manejo da lavoura, e compradores precisam aumentar os preços para efetivar novas aquisições com entregas imediatas. Entre 19 e 26 de janeiro, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento 8 dias, referente à pluma 41-4, posta em São Paulo, subiu 5%, fechando a R$ 2,6154/lp na terça-feira, 26. Na parcial de janeiro, o aumento é de 16,71%. Entre os vendedores, apenas as tradings, atentas às oscilações na Bolsa de Nova York (ICE Future) e à forte valorização do dólar frente ao Real, disponibilizam lotes no mercado interno. Em relação à demanda, mesmo com a dificuldade das fiações domésticas em absorver as altas da matéria-prima e demais custos, colaboradores do Cepea relatam que o ritmo de negócios no mercado de fios está melhor que nos dois últimos meses de 2015.