Notícias do Campo – Receita brasileira aumenta com exportações de café para países árabes

Receita brasileira aumenta com exportações de café para países árabes

Noticias do Campo Comentários desativados em Receita brasileira aumenta com exportações de café para países árabes

 

As exportações de café do Brasil para os países árabes registram crescimento em valor e queda em volume no acumulado deste ano. De acordo com o balanço de janeiro a setembro divulgado nesta quinta-feira (08) pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), o País exportou US$ 156,1 milhões em café aos países árabes, um aumento de 5,8% sobre os US$ 147,5 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Em volume, o Brasil exportou 1,03 milhão de sacas de 60 quilos de café verde, ou 1,5% a menos na mesma comparação.

No geral, as exportações brasileiras de café somam US$ 4,57 bilhões entre janeiro e setembro, com queda de 1,3% em comparação com 2014. O volume exportado soma 26,5 milhões de sacas, ou 0,6% a menos do que até setembro do ano passado. O preço médio das sacas está 0,8% menor, em US$ 172,40 por saca.

Esses dados contabilizam as exportações de café arábica, que corresponde a 77,2% do total; robusta (12,8% do total); solúvel (9,8%); e torrado e moído (0,1%). Segundo o Cecafé, os embarques de robusta cresceram 51% sobre o período de janeiro a setembro do ano passado, o maior volume desta variedade desde 1990.

Em setembro, o País exportou 3,07 milhões de sacas, com expansão de 3% sobre as remessas de setembro do ano passado. A receita com estes embarques foi de US$ 482,1 milhões, 18,6% menor do que no mesmo mês de 2014.

Os principais importadores de café brasileiro foram os Estados Unidos, que importaram 22% do total embarcado pelo Brasil, seguidos pela Alemanha (18%), Itália (8%) e Japão (6%). Entre continentes, grupos e blocos econômicos, a Europa foi o principal cliente, ao comprar 54% de tudo o que o Brasil exportou até setembro. A participação dos países árabes correspondeu a 4% do total vendido pelo Brasil.

 

 

Este comentário foi encerrado.